quarta-feira, 11 de maio de 2011

Não tem senão, porque o assunto é fácil

Hoje tem uma postagem bem curta e light, sobre duas estruturas que confundem bastante as pessoas por aí. Por coincidência, um amigo me perguntou outro dia sobre a diferença entre senão e se não. Ontem, uma amiga veio-me mostrar o vídeo que resolvi incluir só ao final deste post, porque é bem divertido e, já no fim dele, também se fala da diferença entre senão e se não. Vale assistir até o final! :)

Mas bem...
Quando meu amigo me perguntou a diferença entre as duas estruturas, falei que era bem simples e, de fato, não precisamos de nomenclaturas muito complicadas para explicar a diferença entre elas. ;) Pra resumir bem resumidinho, usamos senão quando a ideia é dizer:
  • de outro modo / do contrário:
    • Volte logo, senão morrerei de saudade.
      • Volte logo. Do contrário, morrerei de saudade.
  • mas / mas sim / porém:
    • Depois do show, não recebeu aplausos nem respeito, senão vaias e tomates.
      • Depois do show, não recebeu aplausos nem respeito, mas vaias e tomates.
  • com exceção de / a não ser / salvo / exceto
    • Todos, senão você, choraram ao assistir àquele drama.
      • Todos, exceto você, choraram ao assistir àquele drama.
  • pequena imperfeição / falha / defeito
    • Nas suas provas, não houve qualquer senão.
      • Nas suas provas, não houve qualquer falha.
*Nesse último exemplo, também costumamos usar "porém". Meu amigo, inclusive, me perguntou se era equivocado usar "porém" como substantivo, mas não, não é equivocado nem inadequado. :)

A estrutura se não indica uma condição, porque é a combinação de se (conjunção condicional) + não (advérbio de negação). Por ser se + não, é só pensar nas estruturas comuns: quando é que eu uso a condicional "se"? Ora! Quando eu quero dizer que, se alguma coisa acontecer, outra acontecerá (ou não):
  • Se não voltar logo, morrerei de saudade.
    • Se voltar logo, não morrerei de saudade.
  • Se não chover, sairei de casa à tarde.
    • Se chover, não sairei de casa à tarde.
*Nesses exemplos, fiz questão de inverter as ideias, para que vocês visualizassem melhor que SE + NÃO é uma combinação passível de separação, ó! :)

Né simples? (Eu acho!) :)




Observações
1 - Estou super com sono e talvez esta postagem mereça uma revisão depois.
2 - Existe uma opção em que a estrutura "se não" vai ficar parecendo mal empregada, mas o meu amigo que me perguntou sobre o assunto foi bem feliz numa colocação: "Anoca, eu tô a fim de ocultar essas coisas não. Minha ideia não é escrever poema! ahahaha" Ele disse isso porque a opção é a seguinte: quando demonstramos incerteza sobre uma informação ou quando queremos dar a ela uma possibilidade a mais, podemos ocultar o verbo anteriormente expresso e dizer apenas: Apresentarei três trabalhos, se não quatro. Aqui, se prestarmos bastante atenção, a ideia é dizer Apresentarei três trabalhos, se não forem quatro / Apresentarei três trabalhos, se é que não são quatro. Sacaram!? ;)

1 comentários:

O Ateliê Pau e Pano disse...

Anoca! aqui é Mari (gorda).
Adorei!!
adorei mesmo!

beijo

Postar um comentário

Se nós não nos conhecemos ainda, por favor, informe seu e-mail ao final do comentário ou me envie um e-mail para anocaa@gmail.com, para que eu possa entrar em contato depois.

Obrigada,

Ana.